Vinho e Flor.

Dedico a você
Esse fígado e esse rim
No lugar do meu coração.
Te dou espinhos, no lugar de uma rosa.
Ódio no lugar de amor.

E tu, o que me deste?
Me deste tédio
Remédio pra dor.
Uma prensa pra tentar me matar.

As flores pelo chão
O vinho lá na mesa
Teu cheiro não está mais aqui.
E mesmo se estivesse
Daqui tu sairias
Teu cheiro, vinho e flor.

E tu, o que me deste?
Me deste tédio
Remédio pra dor.
Uma prensa pra tentar me matar.

Vinho e flor
Vinho e flor
Teu cheiro a flor.
Vinho e flor
Vinho e flor
Teu cheiro a dor.

Composição: Luana Almeida.



Quando eu escrevi essa música, não passava nada em minha cabeça, só tinha uma sensação de dor, de perca. Talvez o meu sub consciente trabalhou legal aí, mas prefiro dizer que foi um momento, e maravilhoso, por que me deu esse presente que eu posso dizer que é sublime. Adorei essa música, me identifiquei com ela, não que eu esteja passando por alguma coisa do tipo, mas já passei e cresce, e acho que foi isso quem me ajudou a escrever essa canção. Ela não está musicada, ainda, mas quem quiser se oferecer para me ajudar nessa parte, sinta-se à vontade, é só se comunicar.

Bjobjo..

Luana Almeida.

Nenhum comentário: