Agora.

Acalmar-se,
respirar e ressuscitar.
Acreditar no absurdo,
arriscar no que se crê.
Ter fé, juntar as mãos,
compartilhar abraços e laços.
Resistência, paciência... força!

4 comentários:

Tiago Moralles disse...

Sem desistir.

Léo Santos disse...

Bom poema para um princípio de ano.

Valeu Lúu!

Um abraço!

Babi disse...

e seguir sempre em frente!

ótima semana!
=*

Lúu Almeida disse...

Ti,
não se preocupe, nunca.

Léo,
super beijo e obrigada.

Babi,
seguimos sim!

Flores!