Leio.

Prefiro nada falar,
nada dizer, nada tentar.
Não quero mais uma vez
morrer embriagada desse teu
álcool que me faz penar.
Não quero sentir novamente
essa espada entrar em meu peito,
perfurando todo o resto que sobrou em mim.
Não meu bem, não.
Você não é mais meu bem,
você já me fez bem, mas hoje
lamento por conhece-lo.

Flores, as mais secas possíveis!

8 comentários:

Stº Lorac disse...

Nossa que forte isso!
Flores secas? Isso não é bom!
beijos

Lúu Almeida disse...

Amiga, tu bem sabes o que quero dizer com tudo isso! ehehe.

Flores!

Anônimo disse...

Palmas...
parabéns

Lúu Almeida disse...

Obrigada Anônimo, volte sempre!
ehehe'

Flores!

Quaresma disse...

tem coisa que muda da água pro veneno, né?! ;~

beijas, moça :*

Rafael de Souzza disse...

Concordo com o primeiro comentário... Não é nada bom! [Às vezes] tudo muda, né... nem sempre pra melhor!

E, como sempre, lindo aqui... Mantenha, por favor! Seguidor assíduo... rs

Anônimo disse...

Não deve se guardar tanto rancor de um ser. Não é porque você descobriu que na rosa tem espinhos, que irá deixar de aprecia-la!
Gostei demais...seu fã já!

Estrelas! [você sabe quem sou]

Aninha disse...

tadinho do cabra num queria tá na pele dele...kkk. Muito profundo, os sentimentos escrito é uma otima forma de extravasar e aliviar o coração...