De pouco.

"Meu corpo não esta mais ao teu lado 
e é isso que te faz falta, te faz infeliz."

André Felipe


















Tuas costas andam santas, sem cicatrizes, 
sem provocações feitas por mim.
Teu rosto anda pálido, não tem vida, sangue.
Tuas pernas magrelas de fome,
teus dentes amarelos de desprezo.
O teu alimento acabou, tua fonte secou.
Pensou que sempre teria o mesmo?
As datas nunca se repetem, o ano que se
passou é bem diferente dos próximos dias.
Me chame quando e o quanto quiser.
Teu desejo por mim não vai morrer tão rápido assim,
teus cachos não irão me esquecer tão depressa.
Mas passa... em mim passou.
Já o matei, já o enterrei. Faça o mesmo com o meu nome.

Não é nada impessoal.

3 comentários:

Anônimo disse...

Ele agora vai entender essa.
Sempre legal aqui.

Fernand's disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernand's disse...

não matei
menos ainda enterrei...


é mais forte que eu! =)



lindo. lindo.
bjs, flor.