Ele.

Ele se divide ao meio,
Entre o amor e o desejo,
A lembrança e a desgraça,
A saudade e a culpa,
O afeto e a separação.

Luana Almeida.

2 comentários:

Jéssyca Carvalho disse...

Mas mesmo assim, ele é inteiro.
É um todo diferente, mas não deixa de ser um todo.
Um todo, um mundo paralelo,
que pode ser perpendicular um dia...

Gostei muito da forma como escreves!
Inspira-me...
Gostei muito mesmo daqui!

Lúu Almeida disse...

Obrigadaa.. [rubor],
ée, de um certa forma ele ainda se faz inteiro,
mas se divide entre "duas" vidas, digamos assim.. rara'

bjobjo'