Ela, a tal.

Ela me seduz, boca vermelha (sempre gostei de bocas),
cabelos soltos e ondulados, cigarro entre os dedos.
Ela fala prazer, ela ri delícias, ela faz do cigarro instrumento.
Nunca pensei que acharia uma mulher dessas, e já procurei tanto,
pena não ser minha, pena ser de muitos.

6 comentários:

HSLO disse...

Hum...gostei. Esse trecho "pena ser de muitos" é tudooooo.

abraços

Anônimo disse...

Bastante sedutora essa mulher. Uma mulher maravilhosa.

João Nascimento.
Abraços.

Cavi ou Cavisseu (ex-"Gafanhoto Mestre") disse...

má isso eh uma ode ao tabaco pow ahauhduahdushausdhahuads
gostei do teor erótico, espero que tenha se dado conta de que produziste tal coisa, e vc escreve mto bem, vejo pelos outros textos. parabéns.

Isadora Peres disse...

Sedutora essa mulher. Aliás, uma Mulher. De verdade.
Adorei.

Beijos.

ana moura disse...

és um amor! vou tentar escrever sexta. prometo :D

Lucas Andrade disse...

Meu Deus, Lú onde vc conheceu Tassis (kkkk)

Beijão Querida!!!!

Como disse Hugo, Uma Grande mulher que escreve como uma pequena criatura!