Deixa.

E como uma pequena criança ficar em teu colo.
Adormecer em teus braços, deixar minha alma tocar em tua pele.
Respirar o teu ar puro e leve.
Esquecer minhas aflições, minhas dores, o meu adeus.
Me fazer canção, te fazer poesia.
Te amar, me amar, nos amar.
Deixar o sol vim hoje, a chuva amanhã e as nossas tempestades depois.
Me da teu colo, teu laço. Me deixa ser tua.

8 comentários:

Jessi disse...

Muito linda sua poesia *-* Mostra o encaixe perfeito de duas pessoas que se amam, o que falta numa está presente na outra.

Sii Thomazini disse...

Ooun que lindo!
"Me da teu colo, teu laço. Me deixa ser tua."

Sem comentários.

Uma ótima semana querida

Beejo

Fernand's disse...

deixa!
deixa!
deixa!


rsrs

Giovanna. disse...

Como um refúgio, onde todos precisamos de um.

Juliana Luzzi disse...

Eu que agradeço o carinho.
E seu texto tá lindo demais, como sempre. Amei!

Quaresma disse...

será que eu posso pedir sol/chuva/tempestade tudo junto?! '-'

beijas, Lú :*

Dave disse...

Bom, pedindo com tanto carinho assim...

Hahahahahahahahahahahahaha...

Brincadeiras a parte;

Muito bom!

Beijo.

Anônimo disse...

Eu deixo.