Drink.


Primeiro gole,
amargo, suave, você.
Segundo gole,
o coração vai mais.
Terceiro gole,
as pernas tremem.
Quarto gole,
tonta, louca,
subo na mesa da minha vida,
me declaro, me jogo, me rasgo.
Acabou o drink, acabou você.
E assim é a sua presença,
por instantes me completa,
mas depois acaba, me deixa só.
Deixa eu.

Cuidar do que se 
gosta é bom.
É só uma dica pra ti.

7 comentários:

Isadora Peres disse...

Ai, flor, que teu drink acorde pra vida e corra atrás do tempo que está perdendo deixando o copo secar.

Beijos, boa sorte! :)

Fernand's disse...

"lembrança é a presença retrazida.
essa não fica. só passa".

Natália Rocha disse...

E quem ama não quer viver por instantes, quer se sentir completa, cuidada a todo momento.
Que ele siga a dica.

Lindo como tudo que você escreve, Luu!

Beijo*

Natália Rocha disse...

Obrigada pelo comentário, Lu.
Não vou deixar a dor crescer, avivar a esperança sempre.

Bom dia!

Dave disse...

Aí resta saber, se vale a pena pedir outra dose...

Natália Rocha disse...

Luu, minha Flor, estou indicando um blog recente e muito interessante:

http://oespiritoselvagem.blogspot.com/

pensamentos de um garoto hippiie.
Vale a pena conferir.

Beijos*

Kamila disse...

Então, cuidado enquanto certos não se despertam, nunca esqueça-se de ti mesma.
Te quero bem ;)

Beijos Luuu!