Desejos absurdos.

Ela pensa em tudo, arruma a cama, prepara meu café da manhã,
equilibra as pernas na beira da pia, faz minhas torradas e me torra a paciência.

Ele não pensa em nada, esquece o nosso aniversário de casamento,
perde tempo no escritório de casa, não quer pagar a conta da cabeleireira
e torra minha paciência.

Ela conquistou-me com seus cachos absurdos de belos, seu sorriso de menina
e suas pernas de mulher. Usou o vestido azul, depois o tirou.

Ele conquistou-me com sua presença, entrou na sala e iluminou minha alma,
acendeu a chama em meu coração, esquentou meu bem estar.

Ela é minha menina.

Ele é meu homem.

Ela sabe.

Ele diz.

Eu a amo.

Eu o quero sempre por perto.

Eu não gosto de vê o futebol com ela.

Eu adoro ouvir seus elogios.

Eu a quero para mãe de meus filhos.

Eu o quero para o pai de meus filhos.

O nosso amor é real.

3 comentários:

Suzi disse...

Que bonito^^

Isadora Peres disse...

O amor de vocês canta e encanta meus olhos! Lindo, Lú!

Beijos.

Prycilla Oliveira disse...

Adorei teu blog ,visitarei sempre que puder bjus!