Mais uma coisa.

Meu cantinho, 
teu cantinho.
Eu desejando estar aí,
você me desejando daí.
E o vento nem sopra ao nosso favor,
o mar não te traz pra mim, pro meu ventre.
A tua canção me vem todos os dias,
meu perfume chega em tua pele 
e assim a gente vive, sonha.
Um longe do outro,
e o amor querendo viver,
acontecer em nosso lar,
em nosso universo.

Para o moço de sempre.

2 comentários:

Isadora Peres disse...

AWM! E parece que quando o amor é assim é mais gostoso, né?!

Beijos, Lú!

Renato disse...

Já faz um tempo que não passo por aqui, quase me esqueci do quão gostosas e inspiradoras são suas palavras.