Quando terá seu fim?

Esse temporal não se cansa 
de cair sobre mim.


Brooke Shade





























Por mais que eu caia de orações aos céus
meu castigo ainda permanece doente e 
perverso sobre mim.
Não creio que cessarás esse fogo, essa dor,
mas provável seria eu morrer de mim,
sumir de mim, fugir de mim.
Não quero merecer tamanha desgraça,
tanta devastação e guerra em minha alma.
Quero um dia sentar sobre minhas águas,
descansar, conversar baixinho com a Laura
e sentir finalmente a paz que sempre me faltou.

2 comentários:

Sonhos disse...

Um dia ele chegara ao fim. bejos

Luana Almeida disse...

Assim espero eu.

Flores!