Do normal.

Ao som de Engenheiros
É merecido...

Enrica


















Como todo o amor que se passa, todos merecem lágrimas e saudade. Desejo de volta, chance e perdão.
O amor provoca e salva, mata e morre. Estou eu aqui, embriagando-me das dores de amor, assim como já fiz. Você não é desmerecedor, merece minhas lágrimas, minhas dores, minha morte de fim, fim de amor. Não se sinta mais que outros por isso, dores de amor vem e vão. Hoje é em mim, amanhã pode ser qualquer. 


"... eu que não bebo pedi um conhaque pra enfrentar o inverno que entra pela porta que você deixou aberta ao sair..." ♫

4 comentários:

Isadora Peres disse...

O amor sempre deixando marcas geladas e duras de serem lembradas em nossos corações e vidas... Mas um dia passa, como tudo! Disso eu não duvido.

Saudade do teu canto, Lu. Como sempre ele me encanta! Beijos.

Luana Almeida disse...

Tudo passa sim, Isa. Mas as lembranças e a saudade são inevitáveis.
Obrigada pelo carinho.

Flores!

emyhouseplus disse...

Não acho que seja merecido... a não ser que você tivesse cometido algum erro. Mas,não há culpa em se amar alguém [ao menos, eu acredito nisso].

Luana Almeida disse...

Erro nenhum foi cometido, só houve amor e amor. É merecido porque me valeu, muito.
Fim é fim, mas acredito no recomeço.

Flores!