( . . . ) dona do meu coração.


Aquele canto que eu busco 
tem doses brutas de amor.
Aquele colo que nina minha alma
tem cheiro de saudade.
Aqueles olhos que vigiam os meus
tem jeito manso de estar. 
Foi o inesperado que surgiu
e agora esperamos ansiosas por estar.
Os dias passam e cresce, transforma-se.
O amor não é o mesmo, 
ele molda-se aos gritos e agressões amorosas.
Quero que esteja, quero estar.
Que sejamos dignas de tanto amor!


Amor minha, minha amor...

feliz dois meses de amor, feliz amor!
feliz por estar aqui, por teu amor encher essa menina de cá de poesia, amor e saudade.
que nossos dias sejam todos de amor e que o tempo seja nosso senhor, que não nos mate de tanta saudade por esperar estarmos juntas. 
mesmo assim, longe, tua presença de pouco se faz aqui.
o amor é muito, não cabe em mim. Amo-te muito, o suficiente pra te deixar poesia e flores.

un' beso!

Um comentário:

Camila Mancio. disse...

S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L