Cabou espera.

Rossa

Ninguém sofrerá.
Os dias serão todos azuis e as flores
perfumarão meus cabelos e colo será meu,
tão somente meu e dos que amo estar.
O esperado terá que esperar uma nova primavera
até que eu esteja pronta para recebe-lo em meu colo.
Felicidade não cabe em si e a certeza de que
a caminhada da forma sonhada continua firme.
Agora planos em estradas e sonhos em vista.
Deixa ser tudo lindo e limpo, no mais, mais cuidado
e atenção aos sonhos meus e aos dos outros.
Perdão por estar, mas agora é minha vez de partir,
partir minhas incertezas, minhas dores, meus anseios.
Partir pra vida!

                              Feliz também estaria, mas sei que não magoarei ninguém. 

2 comentários:

Anônimo disse...

Viva, Luana.
Hora de seguir!

Mundo Mundaca disse...

Belíssimo Luana.
Bjos.