Que seja assim!

"Um dia a saudade e a separação virá
de uma só vez novamente."

Amy























E o que era colorido perderá sua cor,
o que era ouro será amarelo,
o que era suor será lágrimas,
o que era amor será penar.
E nossa dança por água abaixo virá,
o vento levará meu corpo para o sul
e o teu para o norte.
E teremos nossas sementes em outras terras,
nossas raízes se enlaçaram em outras.
E os planos serão enganos, e o frio castigo.
Depois tu retornará para cá, eu estarei novamente aqui
e nossos corpos novamente se encontraram.
Seu olhar no meu olhar, suas sementes na minha casa.
Seremos família de outros.

Um comentário:

Jéssica Costa disse...

Sua poesia conseguiu resumir toda a incerteza dos encontros e desencontros da vida. Parabens.